CITec-Marília atrai fundo de investimento de 3,3 milhões para startups

O Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) está realizando parceria com o Sevna Seed, aceleradora de startups responsável por despertar, lapidar e consolidar empreendedores e negócios inovadores.

A parceria será realizada pelo Centro Universitário Eurípides de Marília, entidade gestora do CITec-Marília e do Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM), e tem o objetivo de aproximar investidores e startups de Marília de programas de aceleração cujo fundo de investimento em 2017 será de R$ 3,3 milhões disponíveis para empreendedores de Marília e região.

fachada ciem

Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília

 

Segundo João Paulo Geroldo, CEO do Sevna, o termo “startup” geralmente é associado ao ato de iniciar uma empresa e colocá-la em funcionamento. A startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável. Na prática são pessoas trabalhando com uma ideia diferente que pode gerar soluções para a sociedade e atender as necessidades de potenciais consumidores.

“Há empresas inovadoras em todos os setores, mas as startups de base tecnológica são mais frequentes, pois muitos perceberam que a maior riqueza do homem é a sua criatividade, que nos permite não precisar de recursos físicos para gerar valor econômico, mas sim de uma boa ideia, técnica e muita vontade.”, explica Geroldo.

No Brasil existem diversos investidores e grupos de investimento especializados em startups, mas somente as empresas bem preparadas e estruturadas possuem reais condições de receberem investimentos. A aceleradora atua nesse meio-campo entre investidores e empreendedores.

Segundo Geroldo, tanto investidores quanto empreendedores de startups da região de Marília poderão a partir de agora estar inseridos nas edições de investimento e aceleração. “Nesta edição de 2017, serão investidos R$ 3,3 milhões em 16 startups num programa de 18 meses, as startups de Marília e região já poderão, a partir da efetivação desta parceria, participar deste programa de aceleração”, conclui o CEO do Sevna.

O reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, ressalta a importância desta parceria no fortalecimento dos empreendimentos de base tecnológica de Marília e destaca o papel do CITec-Marília e do CIEM, ambientes de inovação credenciados ao Governo de São Paulo e mantidos pelo Univem, no fomento e apoio às startups. “Na vanguarda da educação superior orientada ao empreendedorismo e à inovação tecnológica, o Univem, mais uma vez, contribui para o desenvolvimento econômico e científico de Marília e região por meio de ações em seus ambientes de inovação”, destaca o reitor.

O gestor do Ciem, Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira explica que as metodologias e a criatividade do modelo de aceleração auxiliam a moldar uma cultura de inovação dentro das empresas resolvendo problemas específicos das corporações com baixo custo e muita efetividade.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador do CITec-Marília, informa que a efetivação da parceria será realizada no dia 06 de maio às 9h em evento sobre aceleração e crowdfunding no auditório do Ciesp de Marília. “Neste evento além de apresentarmos a parceria com o Sevna, anunciaremos a segunda edição de seu programa de aceleração, chamado Sevna 2.0, o programa irá acelerar entre 16 a 24 startups, em três ciclos, ao longo de 18 meses”, explica o coordenador do CITec-Marília.

“Além do evento do dia 06 para lançamento do convênio com a aceleradora, no dia 05 de maio às 19h30 haverá uma palestra sobre o programa de aceleração Sevna 2.0 para empreendedores e startups no Auditório Shunji Nishimura no Univem, a participação é gratuita”, conclui Elvis Fusco.

CITec-Marília atrai fundo de investimento de 3,3 milhões para startups

O Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) está realizando parceria com o Sevna Seed, aceleradora de startups responsável por despertar, lapidar e consolidar empreendedores e negócios inovadores.

fachada ciem.png

A parceria será realizada pelo Centro Universitário Eurípides de Marília, entidade gestora do CITec-Marília e do Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM), e tem o objetivo de aproximar investidores e startups de Marília de programas de aceleração cujo fundo de investimento em 2017 será de R$ 3,3 milhões disponíveis para empreendedores de Marília e região.

Segundo João Paulo Geroldo, CEO do Sevna, o termo “startup” geralmente é associado ao ato de iniciar uma empresa e colocá-la em funcionamento. A startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável. Na prática são pessoas trabalhando com uma ideia diferente que pode gerar soluções para a sociedade e atender as necessidades de potenciais consumidores.

“Há empresas inovadoras em todos os setores, mas as startups de base tecnológica são mais frequentes, pois muitos perceberam que a maior riqueza do homem é a sua criatividade, que nos permite não precisar de recursos físicos para gerar valor econômico, mas sim de uma boa ideia, técnica e muita vontade.”, explica Geroldo.

No Brasil existem diversos investidores e grupos de investimento especializados em startups, mas somente as empresas bem preparadas e estruturadas possuem reais condições de receberem investimentos. A aceleradora atua nesse meio-campo entre investidores e empreendedores.

Segundo Geroldo, tanto investidores quanto empreendedores de startups da região de Marília poderão a partir de agora estar inseridos nas edições de investimento e aceleração. “Nesta edição de 2017, serão investidos R$ 3,3 milhões em 16 startups num programa de 18 meses, as startups de Marília e região já poderão, a partir da efetivação desta parceria, participar deste programa de aceleração”, conclui o CEO do Sevna.

O reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, ressalta a importância desta parceria no fortalecimento dos empreendimentos de base tecnológica de Marília e destaca o papel do CITec-Marília e do CIEM, ambientes de inovação credenciados ao Governo de São Paulo e mantidos pelo Univem, no fomento e apoio às startups. “Na vanguarda da educação superior orientada ao empreendedorismo e à inovação tecnológica, o Univem, mais uma vez, contribui para o desenvolvimento econômico e científico de Marília e região por meio de ações em seus ambientes de inovação”, destaca o reitor.

O gestor do Ciem, Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira explica que as metodologias e a criatividade do modelo de aceleração auxiliam a moldar uma cultura de inovação dentro das empresas resolvendo problemas específicos das corporações com baixo custo e muita efetividade.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador do CITec-Marília, informa que a efetivação da parceria será realizada no dia 06 de junho às 9h em evento sobre aceleração e crowdfunding no auditório do Ciesp de Marília. “Neste evento além de apresentarmos a parceria com o Sevna, anunciaremos a segunda edição de seu programa de aceleração, chamado Sevna 2.0, o programa irá acelerar entre 16 a 24 startups, em três ciclos, ao longo de 18 meses”, explica o coordenador do CITec-Marília.

“Além do evento do dia 06 para lançamento do convênio com a aceleradora, no dia 05 de junho às 19h30 haverá uma palestra sobre o programa de aceleração Sevna 2.0 para empreendedores e startups no Auditório Shunji Nishimura no Univem, a participação é gratuita”, conclui Elvis Fusco.

Asserti promove Workshop de Liderança Inteligente

Na noite do dia 18 de abril de 2017 aconteceu, no Auditório Shunji Nishimura do Univem, o 2º Workshop de RH da Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) organizado pela Coordenação do Comitê de RH da associação, como o apoio do APL TI Marília (Arranjo Produtivo Local de Marília e região) do Univem, do Ciem e do Citec-Marília.

IMG_9034 (2).JPG

O evento teve como tema a liderança inteligente e contou com a ilustre presença de Henri Cardim, coaching, apresentador de talk show na TV Viking, Presidente e Fundador da HFC Consultoria & Associados e palestrante, especialista em liderança e resultado.

Elvis Fusco, Presidente da Asserti fez a abertura do evento direcionado aos líderes e futuros líderes das empresas presentes no local e ressaltou a importância das organizações prepararem seus colaboradores para lidarem com o novo contexto de ter que liderar uma equipe formada por antigos colegas de trabalho. Empresas tradicionais de Marília como a Tray – Locaweb,  ONCLICK, Bredas, Interfocus, DSIN, Persys, TK Ingressos, Best Code e Codesis estiveram em peso no evento.

Foram abordados temas sobre qualidade de liderança, eficiência, comprometimento com metas e resultados e engajamento. Num clima descontraído o palestrante conseguiu envolver os participantes e tratar de temas polêmicos como a auto motivação e o poder de persuasão, quebrando tabus relativos a demissão de funcionários de baixa performance e ressaltando fundamentos éticos e morais no momento de contratações e promoções.

A coordenadora do grupo Comitê de RH da Asserti, Selma Kharfan, explicou que o evento foi organizado em razão de uma demanda sinalizada pelas empresas associadas à Asserti, que reconhecem a importância de preparar seus colaboradores para essa transição, pois não basta ter um currículo tecnicamente perfeito é preciso que o líder saiba lidar com o aspecto humano. Ela acredita que os exemplos práticos fornecidos pelo palestrante contribuem para uma melhor compreensão sobre o tema tratado.

O Comitê de RH da Asserti tornou-se uma importante ferramenta de trabalho da associação e do APL TI Marília, possibilitando que as empresas associadas possam levar suar demandas à coordenação que por sua vez promove ações concatenadas e focadas em suas necessidades comuns.

Asserti recebe homenagem da Câmara Municipal de Marília

A Câmara Municipal de Vereadores de Marília homenageou a Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação – Asserti pelo credenciamento por parte do Governo do Estado de São Paulo do APL TI Marília – Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília.

O Vereador Marcos Rezende, autor do reconhecimento, esteve presente neste dia 06 de abril na reunião da Diretoria Executiva e dos Conselhos Estratégico e Fiscal da entidade e entregou em mãos ao Presidente Executivo da associação, Sr. Elvis Fusco, o Certificado de Congratulações pelo trabalho da Asserti na conquista desse importante reconhecimento para a cidade de Marília.

CERTIFICADO APL TI

A elaboração do projeto de solicitação do credenciamento foi realizada pela Asserti e protocolada na Coordenadoria de Desenvolvimento Regional e Territorial do Governo do Estado em 25 de agosto de 2016. Em 06 de setembro, o Governo do Estado divulgou o credenciamento do APL TI Marília que a, partir de agora, a Asserti passa a ser a entidade gestora que exerce a governança do APL.

Para solicitar o credenciamento, a Asserti elaborou projeto que demonstra a existência de um aglomerado de empresas de TI localizadas na região de Marília que apresentam uma especialização produtiva e mantém vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si, isso inclui parcerias com a Prefeitura, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa e entidades representativas.

O APL TI Marília é composto por empresas atuantes no ramo de Tecnologia da Informação, por instituições de ensino públicas e privadas, por entidades sem fins lucrativos, associações de classe, comunidades científicas, órgãos de fomento e órgãos públicos, localizados em Marília e cidades circunvizinhas, todos trabalhando em parceria para crescimento e desenvolvimento empresarial, social e econômico da região do centro-oeste do Estado de São Paulo. São mais de 200 empresas gerando mais de 2.500 empregos diretos e indiretos em mais de 13 cidades da região.

O Presidente da Asserti explica que com o Reconhecimento do APL TI Marília pelo Governo do Estado de São Paulo além de aumentar a exposição das empresas aqui localizadas, possibilitará que a cidade se beneficie com a solicitação de recursos específicos para fomento da área de TI.

Segundo Marcel Farto, Conselheiro Estratégico da Asserti e representante da empresa Onclick, “Marília já é reconhecida nacionalmente pela sua vocação na área de TI, o que fortalece as empresas localizadas no município e participar da Asserti e do APL TI Marília faz com as empresas também ganhem notoriedade”. Marcel ressaltou ainda que a Onclickacaba de ganhar uma premiação da ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, como a melhor empresa de serviços para plataformas de comércio eletrônico.

O certificado de congratulações à Asserti externa o apoio da Câmara Municipal à iniciativa da associação que, não somente, constituiu o Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília, como também, obteve o reconhecimento do arranjo pelo Governo do Estado, tornando Marília uma das cinco cidades do Estado de São Paulo que possuem essa qualificação.

Nesta mesma data aconteceu também a reunião de prestação de contas da Diretoria Executiva aos Conselhos Estratégico e Fiscal da Asserti, com elaboração do parecer favorável a aprovação das contas do exercício financeiro do ano de 2016 pelos Conselheiros Fiscais, assim reconhecida a idoneidade da administração durante todo o período.

Em reunião também foram discutidas questões relativas as novas parcerias formalizadas pela Asserti, a criação do site do APL TI Marília – www.apltimarilia.org.br, a realização de capacitações e o convite para o “Workshop de Liderança Inteligente” que acontecerá no dia 18 de abril de 2017 no auditório do Univem.

A Asserti tem trabalhado com afinco para o crescimento das empresas do ramo de Tecnologia da Informação de Marília e região, os membros da nova administração da associação eleitos no final de 2016 estão em sintonia e já estudam outras iniciativas para continuar contribuindo com o desenvolvimento econômico regional.

Representantes de Presidente Prudente visitam o CITec-Marília e CIEM

Representantes da Prefeitura e da Incubadora de Empresas de Presidente Prudente estiveram nesta quarta (29/03) visitando as instalações do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) e do Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM) localizados no campus do Centro Universitário Eurípides de Marília (Univem).

Na comitiva estavam presentes o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Carlos Casagrande, o Presidente da Fundação Municipal Educacional, José Wilmar Ferreira Lima, o Secretário Municipal de Tecnologia da Informação, Rogério Marcus Alessi e o Gerente da Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente, Luís Horácio Ramos Isique. Eles foram recebidos pelo Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador do CITec-Marília/CIEM e pelo Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira, gestor do CITec-Marília/CIEM

visita presidente prudente

Carlos Casagrande  (Secretário de Desenvolvimento Econômico), José Ferreira Lima (Presidente da Fundação Educacional), Rogério Alessi (Secretário de Tecnologia da Informação), Luís Ramos Isique (Gerente da Incubadora de P. Prudente), Prof. Dr. Elvis Fusco (CITec-Marília) e Prof. Dr. Fábio Dacêncio (CITec-Marília)

O objetivo da visita foi conhecer toda infraestrutura, serviços e governança dos ambientes de inovação de Marília (CITec-Marília e CIEM). Segundo Rogério Alessi, os ambientes de inovação de Marília são indicados pelo Governo de São Paulo como referência para outras cidades. “Em recente visita à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo para obter informações sobre o processo de credenciamento do futuro Centro de Inovação de Presidente Prudente, a estrutura de governança do CITec-Marília e do CIEM foi indicado como modelo a ser adotado por outras cidades que desejam implantar esses ambientes.”, destacou o secretário municipal de Presidente Prudente.

Durante a visita, os visitantes puderam conhecer a estrutura de pré-incubação, incubação e pós-incubação do CIEM e o local que receberá o Espaço de Coworking a ser inaugurado brevemente. Além desses espaços, eles visitaram a sede da Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e os serviços oferecidos pelo APL TI Marília que tem a Asserti como entidade gestora.

Luis Ramos Isique, elogiou a integração entre os ambientes de inovação e empreendedorismo, as empresas de TI e o Univem. “Esse processo de benchimarking que realizamos hoje nos ambientes de inovação de Marília nos mostrou um modelo de sucesso na parceria entre o setor produtivo, a universidade e o poder público no desenvolvimento e fortalecimento da região que servirá de inspiração para o ecossistema de inovação de Presidente de Prudente.”, explicou o coordenador da Incubadora de Presidente Prudente.

Os professores do Univem, Elvis Fusco e Fábio Dacêncio apresentaram aos representantes de Presidente Prudente, o histórico do CIEM e do CITec-Marília e os serviços de apoio ao empreendedorismo e à inovação gerados nestes ambientes. “Neste ano, já recebemos visita de representantes de outras cidades como Bauru, Ourinhos, Assis e Araçatuba, que nos procuram por encontrar em Marília um modelo de sucesso na geração de emprego e sustentabilidade com o investimento nos ambientes de tecnologia, inovação e empreendedorismo”, finalizou  Fusco.

Mais informações sobre os ambientes de inovação de Marília podem ser obtidas pelo site www.inovamarilia.org.br.

Encontro discute projetos para desenvolvimento de Marília

Na pauta, o Parque Tecnológico de Marília

encontroprefeito.jpg

Representantes do Univem estiveram presentes ontem (23/03) no gabinete do Prefeito Daniel Alonso para receber o deputado federal Walter Ihoshi para encontro com as principais entidades produtivas da cidade.

Na pauta, projetos de incentivo ao crescimento e desenvolvimento de Marília com o apoio da atuação do Deputado Ihoshi em Brasília.

No encontro estiveram presentes além do Prefeito Daniel e o Deputado Ihoshi, o vice-prefeito Tato, o vereador Marcos Resende, o Reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, o Presidente da Asserti, Prof. Dr. Elvis Fusco, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Cássio Luiz Pinto Júnior, o presidente da ACIM, Libânio Victor Nunes de Oliveira, entre outros representantes de diversas entidades produtivas da cidade.

Além de vários assuntos discutidos para o desenvolvimento local, discutiu-se sobre os ambientes locais de inovação da cidade de Marília mantidos pelo Univem, como o Centro de Inovação Tecnológica (CITec-Marília) e o Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM), que fazem parte do Sistema Paulista de Ambientes de Inovação do Estado de São Paulo (SPAI). O Prefeito Daniel Alonso reafirmou seu compromisso na continuidade do projeto do Parque Tecnológico de Marília que deve ter seu credenciamento provisório ainda neste ano, os projetos para essa conquista estão sendo elaborados pelo Univem e Asserti, em parceria com a secretaria de desenvolvimento.

O deputado Walter Ihoshi reforçou seu apoio a esses ambientes citando como, por exemplo, recente visita agendada por ele ao Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações (MCTIC), Gilberto Kassab que recebeu representantes do Univem para apresentação do projeto do futuro Espaço de Coworking que será criado no CITec-Marília com a participação do MCTIC.

Empresas e startups terão R$ 53,6 milhões do Senai, do Sebrae e do Sesi para investir em inovação


http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br/wp-content/themes/jornal-da-ciencia/js/html5shiv.js
http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br/wp-content/themes/jornal-da-ciencia/js/respond.min.js

Novo Edital de Inovação para a Indústria recebe inscrições a partir desta semana. Indústrias podem receber fomento de até R$ 400 mil por projeto

edital start ups

Projetos inovadores terão incentivo de mais de R$ 53,6 milhões neste ano para serem desenvolvidos e chegarem ao mercado. A partir desta segunda-feira (20), o novo Edital de Inovação para a Indústria, antes conhecido como Edital Senai Sesi de Inovação, começa a receber inscrições de empresas de todos os portes e startups interessadas em financiar ideias de produtos e processos inovadores. O lançamento da iniciativa foi feito pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, e pelo presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, na sexta-feira (17), durante reunião da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), grupo coordenado pela CNI que reúne executivos das 200 maiores empresas brasileiras.

Criado em 2004, o Edital Senai Sesi de Inovação mudou de nome este ano com a parceria do Sebrae, o que vai permitir atender uma fatia ainda maior das demandas da indústria por ideias inovadoras. Duas novas categorias foram criadas: Inovação Tecnológica para Micro e Pequenas Empresas Industriais, MEI e Startups e Empreendedorismo Industrial. O objetivo é incentivar a conexão entre grandes empresas e startups de base tecnológica e o investimento em inovação nos micro e pequenos negócios.

Destinado a promover a cultura de inovação e aumentar a produtividade das indústrias, o Edital conta com investimento de R$ 30 milhões do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), R$ 20 milhões do Sebrae e R$ 3,6 milhões do Serviço Social da Indústria (Sesi). Neste ano, a meta é financiar 285 projetos com custo individual de R$ 75 mil a R$ 400 mil.

“Investir em inovação é um caminho para a indústria se tornar mais competitiva e sair fortalecida deste momento de dificuldades econômicas. Com novos parceiros e maior volume de recursos, o novo Edital de Inovação da Indústria será instrumento decisivo no fomento à inovação no Brasil”, afirma o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. “O estímulo à conexão entre grandes indústrias e criativos empreendedores de startups também é iniciativa que vai oxigenar o ambiente de negócios brasileiro. Ganham as empresas já estabelecidas, que aprendem a inovar não apenas em tecnologia como em modelos de negócios, e ganham as startups, que se inserem em cadeias produtivas que podem determinar seu sucesso”, completa.

A expectativa é beneficiar, já em 2017, projetos de inovação oriundos de 150 a 200 pequenos negócios. Segundo o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, a iniciativa tem o objetivo de estimular as pequenas indústrias e micro e pequenas empresas de base tecnológica a apresentarem projetos inovadores com aplicação na indústria. “A inovação é fundamental para o desenvolvimento dos pequenos negócios, que hoje representam um universo de 98% das empresas brasileiras. A entrada do Sebrae neste Edital vai permitir a integração das MPE à lógica das grandes empresas, gerando oportunidades e novos negócios.  As categorias do edital inovação tecnológica e empreendedorismo digital irão conectar jovens empreendedores a empresas já estabelecidas”, afirma Afif.

Potencial inovador

Os projetos serão selecionados em três ciclos com base em critérios como potencial de inovação e de comercialização do produto ou do processo. Toda e qualquer empresa do setor industrial e startups de base tecnológica podem inscrever propostas no site http://www.editaldeinovacao.com.br nas seguintes categorias:

  1. A) Inovação Tecnológica para Grandes e Médias Empresas: projetos de até R$ 400 mil apresentados por empresas industriais desses portes de todos os segmentos. O objetivo é o desenvolvimento tecnológico para transformar ideias em inovação em fato; validação de conceitos, plantas-piloto, melhorias de desempenho, testes em geral, acreditação, utilização de técnicas para produção em escala etc.
  2. B) Inovação Tecnológica para Micro e Pequenas Empresas Industriais e Startups: projetos de até R$ 400 mil apresentados por empresas industriais desses portes de todos os segmentos. O objetivo é o desenvolvimento tecnológico e demais necessidades para transformar ideias em inovação em fato, colocando os produtos e processos inovadores no mercado. São feitos validação de conceitos, plantas-piloto, melhorias de desempenho, testes em geral, acreditação, utilização de técnicas para produção em escala etc.
  3. C) Empreendedorismo Industrial: instituições âncoras (grandes empresas, investidores e parceiros) apresentam desafios a serem solucionados por interessados (startups de base tecnológica e micro e pequenas empresas). Entre as soluções apresentadas, a instituição âncora escolherá com qual empresa quer trabalhar. Cada projeto recebe investimento de até R$ 400 mil.
  4. D) Inovação em Saúde e Segurança do Trabalho e Promoção da Saúde: desenvolvimento de adaptações ou customizações de novas tecnologias, serviços inovadores, soluções nos processos e produtos aplicados às demandas industriais. Os projetos serão realizados durante 18 meses, com investimento máximo de R$ 150 mil por proposta.
  5. E) Inovação Setorial em Segurança e Saúde no Trabalho e Promoção da Saúde (para indústrias de construção, frigorífico e mineração): desenvolvimento de novas tecnologias, serviços inovadores, soluções nos processos e produtos aplicados às indústrias prioritárias. Inclui temas como higiene ocupacional, ergonomia, gestão de fatores psicossociais, do absenteísmo e retorno ao trabalho, longevidade, métricas para a saúde, entre outros. Os projetos serão realizados durante 18 meses, com investimento máximo de R$ 3 00 mil por proposta.
  6. F) Empreendedorismo Industrial em Segurança e Saúde do Trabalho e Promoção da Saúde: desenvolvimento de aplicativos ou ferramentas tecnológicas de soluções para segurança e saúde do trabalho e promoção da saúde do trabalhador. Os projetos serão realizados durante 12 meses, com investimento máximo de R$ 75 mil por proposta.

Startups tecnológicas

Desde a primeira edição, o Edital de Inovação já mobilizou R$ 380 milhões em aproximadamente 700 projetos inovadores de 600 empresas. Entre os selecionados, 76% foram apresentados por pequenas empresas e startups de base tecnológica.  O edital prevê um bônus de 100 pontos para as seguintes startups inovadoras:

  • Formadas a partir de projetos finalistas do Inova Senai Nacional a partir de 2015;
  • Finalistas da fase 3 do programa Inovativa Brasil do MDIC a partir de 2014;
  • Apoiadas pelo programa Startup Brasil do MCTI a partir de 2016;
  • Finalistas das edições do Lemonade a partir de 2016;
  • Vencedoras do ITA Challenge a partir de 2016;
  • Selecionadas pelo SENAI no Open 100 Startups a partir de 2016;
  • Selecionadas pelo programa Startup Farm a partir de 2016
  • Selecionadas por programas de Aceleração ou Incubação do Sistema Indústria
  • Vencedoras do prêmio de Inovação da AHK
  • Empresas participantes do Programa Agentes Locais de Inovação;
  • Empresas participantes do Programa Encadeamento Produtivo do Sebrae;
  • Empresas atendidas pelo Sebrae na carteira de startups Sebrae Like a Boss;
  • Empresas atendidas pelo Sebrae em Projetos de Alto Impacto ou Scale Up;
  • Empresas finalistas do Programa Inovativa;
  • Empresas instaladas ou graduadas em Parques Tecnológicos, aceleradoras ou incubadoras de empresas.

Em 2016, o Edital recebeu 886 propostas e investiu R$ 23,5 milhões em 73 projetos aprovados nas três seleções. Da lista de projetos aprovados, 33 foram apresentados por startups, 18 por pequenas, 11 por médias e 11 por grandes empresas. A agência de inovação sueca Vinnova, a aceleradora de empresas Techmall S.A e a Fundepar, gestora de um programa de investimentos para firmas emergentes, já apresentaram desafios específicos solucionados por jovens empresas e startups.

Além do fomento, o Senai e o Sesi oferecem apoio na forma de infraestrutura. Uma rede nacional com 25 Institutos de Inovação realiza pesquisa tecnológica e desenvolve novos produtos e soluções diretamente com empresas de todos os portes. O SENAI conta ainda com 57 Institutos de Tecnologia com 1,2 mil especialistas que prestam serviços em áreas como metrologia, testes de qualidade, consultoria em processos produtivos específicos de diferentes setores, entre outros. Parcerias com Institutos de Ciência e Tecnologia, a maioria presentes em universidades públicas, também ajudam a concretizar as ideias selecionadas.

Serviço

Período de submissão das categorias A e B: de 20 de março a 6 de novembro de 2017, empresas interessadas no financiamento podem apresentar propostas.

Anúncio das seleções das categorias A e B: os resultados são apresentados em três datas: 24 de julho e 6 de novembro de 2017 e 19 de fevereiro de 2018

Apresentação de desafios por instituições-âncora na categoria C: de 20 de março de 2017 a 27 de janeiro de 2018 no endereço http://www.editaldeinovacao.com.br. Os selecionados são anunciados ao longo do ano.

Período de submissão das categorias D, E e F: de 20 de março a 23 de agosto de 2017, empresas interessadas no financiamento podem apresentar propostas.

Anúncio das seleções das categorias D, E: os resultados são apresentados em 16 de novembro e 5 de fevereiro de 2017

Anúncio das seleções da categoria F: os resultados são apresentados em 1º de julho e 5 de outubro de 2017

Assessoria de Imprensa Sebrae

Workshop Amazon em Marília/SP – Telecontrol e AWS convidam você para conhecer a infraestrutura da maior e mais segura nuvem do mundo – 19 de março de 2017

A Amazon Web Services realizará um Workshop na cidade de Marília com objetivo de mostrar como a nuvem pode contribuir com suas estratégias de negócio, abordando temas como segurança, acessibilidade e agilidade.

A Telecontrol participará do evento como um caso de sucesso compartilhando sua experiência com a infraestrutura em nuvem na AWS.

Conheça a Telecontrol 

A utilização bem estruturada da nuvem ajudou a Telecontrol crescer com escalabilidade e segurança

Público-alvo: Gerentes e Coordenadores de TI, CEOs, Especialistas em Infraestrutura, Gerentes de áreas diversas (Financeiro, Marketing, etc).
*Limite de 2 pessoas por empresa.

Detalhes do Workshop:

Data: Quarta-feira, 29 de Março
Horário: 08h30 às 13h00
Local: Hotel Estoril Rua São Luis, 139 – Centro – Marilia – SP

Inscreva-se aqui 

telecontrol amazon

 

Univem promove evento internacional de software livre

No dia 08 de abril, o Univem sediará pela sexta vez o FLISOL – Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre, evento internacional realizado simultaneamente em mais de 20 países desde 2005. O objetivo principal é promover a cultura do uso do Software Livre, mostrando ao público em geral a filosofia e a difusão de tecnologias de informação.

O evento é aberto a toda comunidade de Tecnologia da Informação da região e tem como atrações: palestras, minicursos e distribuição de softwares livres. O Flisol em Marília é realizado pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem por meio do COMPSI – Computing and Information Systems Resource Lab.

O Flisol é organizado pelos professores e alunos do Univem e é dirigido e aberto a todo tipo de público: estudantes, acadêmicos, empresários, profissionais, entusiastas e qualquer pessoa que tenha interesse, independente de seu conhecimento de Tecnologia da Informação..

No FLISOL, realizado desde 2011 em Marília, você terá a oportunidade de instalar software livre, que é uma alternativa real e segura para outros modelos de software no seu computador, participar de palestra e minicursos, esclarecer suas dúvidas e conhecer algumas das diversas soluções que o Software Livre apresenta para empresas, escolas, governo e até para uso pessoal. Vale lembrar que o evento é totalmente gratuito e livre e as palestras e minicursos serão certificados.

O evento será aberto com a palestra “A revolução da cultura maker e Internet das Coisas”, ministrada pelo profissional do Google, Neto Marin, que abordará a cultura do software livre, o movimento maker no contexto da Internet das Coisas. No período tarde acontecerão minicursos sobre Desenvolvimento WEB com Python e Django, OpenMP, Framework para Software Web, Controle de Versão usando Git, GNU/Linux, Ruby, Arduino e WEKA.

De acordo com o professor e coordenador do evento, Dr. Leonardo Botega, o principal objetivo do festival é apresentar alternativas quanto aos produtos oferecidos no mercado de softwares e propagar o quer chama de “filosofia do software livre”. “O intuito é ampliar a formação do aluno a apresentar novas possibilidades para empresas e profissionais da área com a cultura do software livre”, destacou.

O festival acontece em 60 cidades-sede simultaneamente no decorrer de todo o dia. “Trata-se de uma oportunidade de network. Enquanto o evento acontece aqui em Marília, trocamos informações com outros países e nos informamos do que está acontecendo por lá. Assim, conseguimos alinhar os objetivos do evento como um todo”, explicou Botega.

O coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, Prof. Dr. Elvis Fusco, destaca Marília como forte referência na área de Tecnologia da Informação. “As instituições de ensino têm uma responsabilidade muito grande neste contexto de Marília ser reconhecida como polo regional de TI e o Univem exerce seu papel trazendo para a região eventos de expressividade nacional com apoio do CNPq, da Sociedade Brasileira de Computação e das empresas de TI da região por meio da ASSERTI (Associação das Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação)”, explica Fusco.

Mais informações e inscrições devem ser feitas pelo site www.univem.edu.br/compsi/flisol.

 

flisol 2017

Associação de Araçatuba faz benchmarking com a Asserti

A busca por modelos de sucesso e boas práticas na área do associativismo em TI foi o tema de encontro entre representantes do CTRA (Centro Tecnológico da Região de Araçatuba) e a Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação). A visita aconteceu dia 10 de março na sede da Asserti, localizada no Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília), ambiente de inovação mantido pelo Centro Universitário Eurípides de Marília (Univem).

visita ctra ao apl ti marilia.png

Associação de Araçatuba faz benchmarking com a Asserti | Blog do Fusco

Participaram da visita Edson Carvalho, presidente do CTRA, José Valtair da Silva, vice-presidente do CTRA e Ana Paula de Assis Borges, secretária executiva da entidade. Na Asserti, os visitantes foram recepcionados pelo presidente da entidade, Elvis Fusco e pela secretária executiva, Mariana Camilo Lapa.

O fato da Asserti tem parcerias importantes com entidades representativas como o Univem, o CITec-Marília, o Centro Incubador de Empresas de Marília (Ciem) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, despertou o interesse dos representantes do CTRA em conhecer o modelo de atuação da Asserti. “Recentemente, a Asserti conseguiu o reconhecimento do Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação para a cidade de Marília, colocando a cidade entre as 5 principais cidades na área de TI do Estado de São Paulo, esse tipo de resultado das ações realizadas pela Asserti tem feito várias cidades do interior de São Paulo (Bauru, Ourinhos, Jaú, Bauru e agora Araçatuba) nos procurar para conhecer nosso modelo de gestão e atuação.”, comentou Elvis Fusco.

Durante a reunião o presidente da Asserti contou aos visitantes sobre parcerias estratégicas, ações para as empresas de TI, projetos com o poder municipal, estadual e federal e até ações sociais da entidade.

O presidente do CTRA se mostrou otimista após a reunião: “A técnica de trocar informações e estudar práticas de sucesso é importante para aperfeiçoarmos os projetos de nossa entidade e fortalecermos ainda mais o associativismo regional em TI. Todas as informações que tivemos acesso nessa reunião nos ajudarão a ampliarmos as ações do CTRA, pois a Asserti mostra-se como uma associação madura e que tem se destacado como entidade representativa no interior de São Paulo.”, concluiu Edson Carvalho.